Porque devem os empreendedores elaborar um plano de negócios

Em 2 weeks ago
shutterstock_486605749

Começar um pequeno negócio pode parecer algo simples, mas sem um plano de negócios é fácil cometer erros. Os empreendedores que elaboram planos de negócios têm mais hipóteses de serem bem sucedidos.

No entanto, escrever um plano de negócios não deve ser a primeira tarefa, antes deve ser sincronizada com outras atividades da startup.

Em que momento é importante ter um plano.

Existe a tentação de pensar que o começo será um bom momento para elaborar o plano, dando resposta a questões como “onde estamos”, “para onde nos dirigimos” ou “como podemos chegar mais longe”. Existe uma clara correlação entre planear e conseguir atingir o sucesso de uma empresa, mas a verdadeira chave para o êxito passa por manter uma postura flexível e responder de forma rápida a oportunidades que surgem.

Por vezes, é necessário adaptar, mudando o cliente para o qual o negócio foi construído. Ou quando se apercebem que o serviço se adequa melhor a um mercado alternativo. Estas mudanças nos primeiros tempos de um negócio levam a que os planos elaborados no início da existência de uma startup acabem inutilizados, apesar de terem consumido tempo e recursos.

Também existe o risco de transmitir uma sensação de falsa segurança ao empreendedor, encorajando-o a ignorar oportunidades que não pareçam integrar-se de forma harmoniosa com o plano definido.

Fatores relevantes para o sucesso.

Um estudo sobre a viabilidade de startups, realizado entre 2005 e 2011, apurou que a formação recebida pelo empreendedor e a experiência anterior afetam positivamente o desempenho do projeto.

Comparando grupos semelhantes em percurso e formação que desenvolveram ou não um plano de negócios, chegamos à conclusão de que os negócios mais bem sucedidos tinham elaborado o seu plano de negócio entre os 6 e os 12 meses de existência.

Quando desenvolvido neste período de tempo, o plano de negócios aumentava a viabilidade em cerca de 8%. Já desenvolver um plano no período de tempo anterior ou posterior parecia não ter impacto relevante.

Quanto tempo devem dedicar ao plano de negócios.

O tempo ideal de dedicação para desenvolver um plano de negócios ronda os três meses. Dedicar mais tempo parece não ter um efeito benéfico, uma vez que a informação começa a perder atualidade. Dedicar menos tempo à elaboração também se provou inútil. O resultado era semelhante entre as empresas que tinham dedicado pouco tempo e as que não tinham elaborado um plano de negócios.

Um software de faturação.

Escolher um software de faturação adequado ao negócio é também muito importante. Após a elaboração do plano, torna-se mais fácil perceber que exigências o software deve contemplar.

A Sage possui variadas soluções de software, designadamente um software de faturação criado a pensar nas necessidades das startups. Mobilidade é um dos elementos-chave, com acesso através da internet e sem necessidade de instalações complicadas. Outra vantagem reside no pagamento que pode ser anual ou mensal, sem encargos de fidelização.

Em resumo.

Os primeiros tempos de um projeto são sempre desafiantes e contar com um plano de negócios é muito útil. No entanto, é um desperdício de tempo investir muitas horas na sua elaboração numa fase inicial, com pouca informação e num ambiente em rápida mudança.