Empreendedorismo em 2017: como começar?

Em 2 years ago

Terem a oportunidade de se lançarem num negócio que seja, realmente, a vossa cara pode ser muito aliciante. Mas sabem quais os primeiros passos a dar? Deixamos 8 dicas fundamentais para lançarem o vosso primeiro negócio.

  • Identificar oportunidades. Que tipo de negócio gostavam de ter? Preferem trabalhar sozinhos ou com uma equipa? Dentro de um escritório ou na rua? Responderem a estas perguntas vai ajudar-vos a identificar as oportunidades de negócio que melhoram encaixam em vocês.
  • Conhecer o mercado. Assim que escolherem o vosso tipo de negócio, tem que se começar a inteirar de tudo o que se passa no mercado: tendência, concorrentes a emergir, novidades nos produtos e serviços. Estudem o vosso próprio negócio, o mercado em que está inserido e como se faz a gestão de tudo: dediquem-se, especialmente, às áreas que não dominam tão bem.
  • Falar com empreendedores. Construam uma rede forte de networking: vai ser importante para vocês, numa fase inicial, contarem com o apoio de quem já passou pelo mesmo. Entrem em contacto com outros empreendedores e peçam dicas válidas para o vosso negócio: será uma forma de terem referências de faturação, custos, recursos humanos, entre outras.
  • Dar passos pequenos. Não invistam no imediato em infraestruturas e recursos humanos: comecem de forma autónoma e dando passos seguros. Quando já tiverem mais conhecimento sobre o mercado e como tudo se processa podem, então, investir em mais recursos. Os primeiros investimentos devem ser feitos no sentido de conquistar os primeiros clientes.
  • Encontrar os primeiros clientes. É a tarefa mais importante – e urgente -, a cumprir, quando se abre um novo negócio. Conseguir rapidamente alguns clientes vai ajudar-vos a refinar o vosso produto ou serviço através dos seus insights, ao partilharem convosco os seus interesses e necessidades.
  • Com os erros é que se aprende. Por muito que estudem e conheçam profundamente o mercado e o vosso negócio, os erros fazem parte da viagem. Nas alturas em que isso acontecer, devem pensar com a cabeça fria: analisem a situação e aprendam com ela, para não se repetir.
  • Atenção aos gastos. Tudo deve anotado. Sigam à risca tudo o que planearam inicialmente: gastarem mais do que o previsto nesta fase pode deitar tudo a perder. Utilizem um software de faturação para terem tudo em dia: pode tornar-se difícil gerir tantas tarefas ao mesmo tempo. Com Sage One, podem acompanhar diariamente os gastos da vossa empresa e fazer os ajustes necessários para terem tudo controlado. Podem, também, começar por investir em clientes que vos darão retorno com maior rapidez. Comprem apenas aquilo que é estritamente necessário e a, no máximo, três fornecedores.
  • Uma equipa forte. Nenhum negócio cresce sem ter uma equipa forte a fazer por isso. Tenham atenção na hora de contratar: sejam exigentes, avaliem currículos e referências, façam entrevistas. Depois de contratarem, invistam nos vossos colaboradores: é importante dar formação e integrá-los nos valores da empresa, para que todos estejam alinhados com os vossos objetivos.